Drones da montagem a pilotagem - Arduino Day.

Imagem principal: 
Aula sobre drones no Fab Lab Livre SP da Chácara do Jockey
Neste dia 01 de abril de 2017, no Arduino Day São Paulo, nosso líder de laboratório, Lucas Schlosinski, fará uma palestra, junto a José Roberto Tridente e Carlos Candido.
A palestra trata dos drones, desde sua construção à competição em corridas.

A tecnologia dos drones chegou para ficar, aparelhos e componentes cada vez menores e mais potentes surgem todos os dias. Novos métodos de pilotagem e de fabricação destas aeronaves estão acessíveis e são amplamente compartilhados por milhares de pessoas todos os dias nas redes sociais e na web.

Métodos construtivos e produtos relacionados podem ser facilmente encontrados na internet. Os preços gastos nestas maquinas são cada dia menores, tornado acessível para mais pessoas o uso destes aparelhos. Podemos hoje afirmar que Drones já fazem parte da cultura do Hardware livre e também do Software Livre, Assim como as impressoras 3D.
 
Conhecemos drones que podem fazer imagens aéreas cinematográficas, outros que alcançam velocidades impressionantes em corridas e apresentações, drones que podem transportar pessoas, ou objetos para finalidade de construção civil. Drones, que podem, por exemplo, atender a um chamado medico, levando kits de socorro imediato. Podem servir para o mapeamento do espaço aéreo e terrestre. ou até mesmo voando com a finalidade de proporcionar lazer e diversão. As aplicações desta tecnologia são inúmeras e ainda estão em desenvolvimento.
 
Com características muito semelhantes a dos arduinos, as chamadas “FCs” Flight Controlers (controladoras de vôo) oferecem possibilidade de parametrização e configuração personalizada. Podemos hoje montar drones de distintos tamanhos e de formatos, a escolha dependerá das intenções de criação. Maquinas que podem pesar menos do que 20 gramas e outras que podem suportar seu próprio peso em kilos.
 
Para começar a participar o universo dos drones é importante entender alguns fundamentos básicos da elétrica e da eletrônica, principalmente para mexer com baterias de alta performance as baterias Lipo ou litio polímero. Principalmente se o interesse nesta tecnologia estiver na pilotagem de Drones Racer.
 
                                                                               
 
Os Drone Racers são pequenos e potentes aparelhos que usam a tecnologia FPV ou First View Person ou Visão em primeira pessoa. O FPV utiliza transmissão analógica de vídeo ao vivo e em tempo real para os óculos do piloto e das demais pessoas que estiverem sintonizados ao canal especifico do Drone. O FPV é um sistema de imersão que transporta o piloto para dentro de sua aeronave possibilitando que ele controle seu modelo por dentro. Deste modo o piloto tem controle avançado e absoluto do modelo, permitindo manobras mais ousadas do que em drones populares de pilotagem em 3º pessoa.
 
O Drone Racer vem sendo cada vez mais popular no Brasil. Por se tratar de uma modalidade esportiva, é possível identificar em seus participantes uma verdadeira jornada evolutiva de aprimoramento de habilidades. Valores universais do esporte tais como disciplina e determinação aparecem nesta que é uma verdadeira paixão.
Ao mesmo tempo, essa modalidade conta com processos de aprendizados ricos para a educação, ciência e tecnologia, por juntar matérias como design, programação e eletrônica. Conceitos de matemática como: proporcional, derivada e integral e de física, como por exemplo, as leis naturais do tempo espaço, podem ser experimentados de forma concreta por crianças, jovens e adultos.
 
Enfim, esta tecnologia está acessível e em suas mãos. O que faremos com ela? Ou melhor, o que mais poderemos criar com ela?