White, Gray e Black hats: Conheça o algoritmo do marketing

Otimizar o SEO é uma tarefa enfrentada por centenas de profissionais de marketing diariamente, afinal, ter seu site na primeira página e no topo do Google é o sonho de muitas empresas, como as que trabalham com marketing para indústria, por exemplo. 

Mas, o que muitas pessoas não sabem é que existem diversas estratégias diferentes para otimizar o algoritmo e alcançar seu objetivo de se destacar, dentro delas, cada um atua com uma diretriz oposta que faz com que você mude seu status, sua otimização com o algorítmo e até mesmo suas atitudes. 

Entre elas, existem 3 principais: a White, Gray e Black hats, todas com funcionalidades completamente diferentes, quer conhecer melhor sobre elas? Então continue lendo nosso texto para você não perder nenhum detalhe!

O que significa White hat?

Em primeiro lugar temos o White hat, esse termo se refere a todas as práticas realizadas na otimização do SEO que estejam de acordo com as regras e diretrizes dos motores de busca, ou seja, é considerada a estratégia padrão que faz com que você ande sempre “na linha” e que alcance seus resultados usufruindo da lei. 

Muitas vezes, o white hat pode demorar para alcançar o resultado esperado, afinal, ele não utiliza de qualquer trapaça, fazendo com que o algoritmo rode suas estratégias de maneira natural e consideravelmente mais lenta. 

Porém, você não corre qualquer tipo de risco, e por mais que demore, uma hora seus resultados vão chegar e você vai conseguir deixar seu marketplace no topo do Google sem precisar usar de qualquer estratégia “suja” ou que seja contra as diretrizes da plataforma. 

Black hat, qual seu significado?

Já o black hat é literalmente o oposto do white hat, você utiliza de estratégias ilegais desrespeitando as leis e diretrizes dos órgãos responsáveis, no caso do SEO as plataformas de busca, para alcançar um resultado muito mais rápido, chegando ao sucesso basicamente trapaceando. 

As estratégias de black hat servem para tapear o algoritmo e fazer com que ele acabe puxando para cima, um site que não possui nada positivo, mas que por conta da sua trapaça, acaba ficando no topo das buscas. Basicamente ele é utilizado como uma brecha dentro da lei para enganar e impulsionar seu site. 

Por mais que seus resultados possam vir de forma quase instantânea, o black hat é uma prática que pode ser extremamente punida, fazendo com que você seja multado perdendo posições no rankeamento ou até mesmo tenha seu site banido do Google caso sejam descobertos a utilização dele. 

E gray hat, o que é?

Por fim, o gray hat é nada mais nada menos do que a mistura das duas estratégias acima, a partir do momento que você começa a utilizar trapaças e agir de maneira mais “suja”, você se enquadra no black hat, porém se isso ocorrer de forma ocasional, e na maior parte do tempo você usa o white hat, então você é considerado um gray hat. 

É aquele caso de que fica no meio termo, na maior parte das vezes age conforme a lei, mas possui algumas escapadas de vez em quando, que faz com que ele não seja 100% puro nas suas estratégias. 

Qual dos três devo escolher?

Se você quer continuar tendo sua presença digital, alcançar resultados seguros e cumprir todas as diretrizes do Google, a escolha óbvia e coerente é o White hat, por mais que os resultados demorem para chegar, ele é o único que é transparente e faz com que você consiga otimizar os algoritmos de maneira natural e com seu próprio esforço. 

O black hat é completamente abominável e nunca deve ser usado, enquanto o gray hat também não é recomendado. 

O que você achou sobre o texto de hoje? Acha que agora você consegue entender melhor sobre as estratégias e os algoritmos do marketing? Não se esqueça de comentar e compartilhar caso tenha curtido o texto, até a próxima!

Não há quase nenhuma área em que a tecnologia digital não tenha impactado a minha vida.

Carlos Piva

Não há quase nenhuma área em que a tecnologia digital não tenha impactado a minha vida.