Qual a diferença entre retargeting e remarketing?

Os gerentes de publicidade passam muito tempo testando o público, criativos e ficando atrelados aos números. Isso pode ser um processo longo e com pequena porcentagem de cliques convertidos.

Embora você possa receber muito tráfego de entrada na Web, talvez não veja isso se traduzir em vendas, não é mesmo? Por isso, é importante colocar uma espécie de cone de sinalização e indicar, de maneira mais convincente, o caminho para o final do Funil de vendas. Quer entender melhor sobre o tema? Então, vem com a gente.

O que é o retargeting?

O retargeting pode ter várias abordagens. Na maioria das vezes, refere-se ao posicionamento de anúncios on-line ou gráficos direcionados a usuários que interagiram com seu site de maneiras específicas, mas sem comprar.

Quando um visitante clica em um produto ou realiza uma determinada ação, um cookie é definido em seu navegador. Use essas informações para aproximá-los da marca, com base em seus cliques, anseios e desejos, que podem estar relacionados ao aluguel de máquina de solda ou à compra de um tênis.

O que é o remarketing?

Talvez essa relação entre os dois conceitos possa ficar confusa, tanto que diversos profissionais do ramo chamam o retargeting  de remarketing. Um exemplo disso são as Ferramentas de Remarketing do Google. 

São todas ferramentas de ‘retargeting’ no sentido clássico, na verdade. Mas, lembre-se de que o remarketing e o retargeting compartilham metas e que a terminologia não é tão importante quanto a estratégia associada.

Dito isto, o remarketing é mais frequentemente sobre reengajar os clientes por meio de e-mails, enquanto o retargeting move os clientes ainda pelo caminho da compra, como citamos acima. 

Coisas como enviar um e-mail a um cliente para renovar um serviço ou vender um acessórios são exemplos tradicionais de remarketing, que também pode assumir a forma de um “lembrete” para que um usuário faça determinada ação usando informações sobre seu histórico de compras.

Isso acontece frequentemente no email marketing, mas também assume a forma de anúncios pagos direcionados a grupos atuais. No fim das contas, isso é tão imprescindível quanto a utilização de uma mangueira de incêndio, para os bombeiros.

Retargeting vs. remarketing: Mais diferenças

Ao comparar retargeting e remarketing, a sobreposição e as diferenças tornaram-se menos claras ao longo dos anos. Mas isso também está atrelado ao marketing digital. Seu objetivo, no entanto, é aumentar as conversões para aqueles que, provavelmente, compram da sua marca e a diferença é realmente a estratégia associada.

O retargeting é realmente focado em anúncios pagos (e pode assumir várias formas e segmentar uma ampla gama de indivíduos), já o remarketing é focado em campanhas de e-mail e no alcance de quem já teve interações, permitindo upselling e mensagens mais específicas.

Sente-se com seus sócios e especifique qual a melhor estratégia para o atual momento de sua marca. É possível até juntar retargeting e remarketing no mesmo contexto. Gostou do conteúdo? Se gostou, não se esqueça de enviar para os seus amigos e compartilhar em suas redes sociais, até a próxima!

Não há quase nenhuma área em que a tecnologia digital não tenha impactado a minha vida.

Carlos Piva

Não há quase nenhuma área em que a tecnologia digital não tenha impactado a minha vida.