O que é o SW em TI?

No mercado, é possível encontrar motores elétricos industriais nas especificações CC ou CA, que se refere às correntes contínuas ou alternadas, respectivamente. E não são apenas empresas desse segmento que costumam utilizar siglas para realizar definições sobre produtos, serviços ou sistemas. 

Quando falamos de siglas, o ramo de tecnologia da informação (TI) é um dos que mais fazem uso desses termos. Um deles, e muito popular no dia a dia de quem atua ou não na área, é o SW. Mas afinal, você sabe o que ele significa e quais são suas principais características? Não? 

Visando justamente ajudar as pessoas que buscam entender melhor sobre o assunto, reunimos algumas das principais informações sobre os SWs. Continue acompanhando esse artigo e saiba mais! 

O que significa SW?

É comum que uma empresa que necessite de ar comprimido ou pressurizado para abastecer máquinas e ferramentas pneumáticas tenha na linha de produção um compressor de ar pistão, a fim de garantir a fabricação constante do insumo? Agora, você já parou para pensar o que os dispositivos eletrônicos precisam para poderem executar as suas funções? 

É justamente nesse ponto que entram os softwares, também conhecidos pela sigla SW, que se referem aos conjuntos de dados e/ou instruções que “informam” a um mecanismo o que fazer. Não só isso, eles também são utilizados para definir os programas de computadores, smartphones, tablets, entre outros eletrônicos. 

Quais os tipos de softwares? 

Sempre que pensamos em processos de separação de sólidos e líquidos, muitos tipos de acessórios podem ser escolhidos, como o filtro prensa, o manga, o multibolsas, o de carvão ativado, entre outros. Mesmo não sendo um item tangível, o SW também pode apresentar diferentes versões. 

O primeiro deles, e o com mais comum no dia a dia da população, são os softwares de aplicação, que envolve uma gama de programas e aplicativos, como os jogos de celulares, os players de vídeo e música, as redes sociais, os editores de imagens e textos, entre outros itens. 

O segundo, chamado de software de sistema, consiste nos recursos que possibilitam a comunicação entre a máquina e o usuário. Em suma, eles classificam-se como as plataformas que irão fazer com que outros softwares funcionem.

Na atualidade, o SW de sistemas costuma ser muito utilizado em processos de automação industrial, permitindo inclusive o gerenciamento de máquinas e equipamentos. Por último, mas não menos importante, existem os softwares de programação. 

Como o próprio nome sugere, o modelo diz respeito às ferramentas utilizadas por programadores para a criação de novos programas, assegurando a constante inovação de sistemas já existentes e possibilitando a criação de novos. 

Qual a diferença entre SW e HW em TI? 

Ao falar sobre softwares, é normal que outro termo também apareça nas buscas: o hardware. Em suma, o HW caracteriza-se como toda a parte física dos dispositivos, seja ela interna ou externa. 

Assim, o hardware inclui todos os componentes do equipamento, como monitor, o mouse, o teclado, o fone de ouvido, os controles remotos, os pendrives, o processador, a placa-mãe, a memória RAM, entre outros, enquanto o SW é um conjunto de códigos e linguagens, sendo ambos indispensáveis para o funcionamento dos dispositivos.

O que achou do texto de hoje? Curtiu saber mais sobre o que é o SW em TI? Se gostou, não se esqueça de enviar para os seus amigos e compartilhar em suas redes sociais, até a próxima!

+ posts