5G e o seu papel em Smart Cities ou cidades inteligentes

5g

Os benefícios do 5G podem impulsionar a operação eficiente de cidades inteligentes em todo o mundo. Diremos qual é o papel dessa tecnologia de última geração nas cidades inteligentes.

O que são cidades inteligentes?

De acordo com o Smart Cities World (2019), cidade inteligente é aquela que utiliza diversos tipos de tecnologia para contribuir com o bem-estar de seus habitantes. Fá-lo em um amplo espectro: do uso eficiente dos recursos públicos ao monitoramento e redução da poluição.

Em princípio, as cidades inteligentes precisam de estruturas organizacionais que estimulem esse uso. Uma vez que a cidade como entidade busca a inovação, ela precisa de dados e ferramentas de análise para alcançá-la.

É aqui que as tecnologias de informação e comunicação entram em jogo. Estas geram e acumulam dados, enquanto os de análise os transformam em informações úteis para o funcionamento da cidade.

É assim que as telecomunicações e suas diferentes aplicações abrem a possibilidade das cidades encontrarem soluções eficientes para seus problemas, ao fornecerem uma base de dados reais sobre a vida de seus habitantes, como é o caso de Santander, uma das cidades mais inteligentes da Europa.

O que é 5G?

De acordo com a PC Magazine (2020), a primeira geração (1G) de telecomunicações nos permitiu comunicar e também começassemos a nos tornar móveis. O segundo (2G) introduziu mensagens e roaming. Por sua vez, com o terceiro (3G), começou a era dos ecossistemas de aplicativos móveis.

A implantação do quarto (4G) representou o boom nos serviços de multimídia e um salto perceptível na velocidade dos dados. E a quinta geração ou 5G expande os serviços de banda larga sem fio além da Internet móvel. Ou seja, para usuários e ambientes diferentes dos consumidores: negócios, infraestrutura e defesa, entre outros.

Atualmente, o que mais se sabe sobre o 5G, é que ele promete uma velocidade de internet e conexão sem precedentes, de acordo com a CNN Business (2020). Dispõe de canais de transmissão mais amplos e mais disponíveis. Ambos os atributos significam mais ondas para alavancar a comunicação de dados.

Como referência, as redes 4G permitem combinar até sete canais de 20 MHz. Por outro lado, com as bandas baixa e média de 5G, você tem dois canais de 100 MHz. Além disso, você pode adicionar até mais três de 4G. A banda alta de 5G suporta o uso de até oito canais de 100 MHz.

Em qualquer caso, esta tecnologia tem mais benefícios do que as altas velocidades. Ela também tem a capacidade de se conectar a muitos mais dispositivos ao mesmo tempo. Ao fazer isso, você pode aumentar o desempenho de dispositivos e sensores inteligentes.

Além disso, o 5G diminui o tempo que leva para um dispositivo conectado fazer uma solicitação a um servidor e obter uma resposta. Este período é conhecido como latência. Latência mais baixa significa melhor comunicação.

O papel do 5G nas cidades inteligentes

O aumento da conectividade do 5G é visto como impulsionador de cidades inteligentes. Os elementos que compõem a Internet das Coisas (IoT), que permitem que objetos e ambientes coletem, produzam e comuniquem informações na rede, teriam melhor desempenho com cobertura 5G.

Portanto, alguns exemplos da importância do 5G em cidades inteligentes incluem:

Veículos sem motorista e estradas inteligentes

Os carros autônomos de nível 5 com direção autônoma não apenas emitem grandes quantidades de dados, mas também precisam se comunicar de maneira eficiente com o ambiente ao seu redor. Isso inclui semáforos, iluminação e sensores de rua e outros veículos.

Por sua vez, as estradas inteligentes procuram enviar sinais de seu estado para melhorar a segurança e a mobilidade das pessoas. Ambas as soluções requerem latências mínimas de 5G.

Cuidados de saúde

As cidades inteligentes abrangem o atendimento à saúde de seus habitantes. Os serviços de saúde remotos também precisam de latência reduzida de 5G. Um exemplo disso é a fisioterapia com realidade virtual.

Indústrias Inteligentes

As indústrias fazem parte da estrutura de uma cidade inteligente. A cobertura 5G representa um progresso para elas devido às suas contribuições para a automação de processos. Também por sua capacidade de oferecer comunicação massiva entre máquinas. Esse atributo também contribui para edifícios inteligentes, gestão de logística e frota de veículos e monitoramento da qualidade do ar e da água.

Internet para residências

Uma conexão de alta velocidade e alta capacidade não é boa apenas para os usuários, mas também para a infraestrutura urbana. As empresas de Internet 5G não precisam instalar linhas de cobertura de fibra óptica nas ruas. Apenas precisam conectá-las em determinados locais espalhados pela área e fornecer modems sem fio aos seus usuários.

Sem dúvida, a tecnologia 5G desempenha um papel fundamental no desempenho da IoT. Que por sua vez é um aliado fundamental para a promoção de cidades inteligentes. Entender isso o ajudará a entender a importância das telecomunicações no desenvolvimento adequado das cidades modernas para o benefício de todos.