5G: o que é?

Década a década, a tecnologia avança a passos largos para facilitar as nossas vidas e dar um salto gigantesco naquilo que era visto apenas em cenas de filmes de ficção científica como Blade Runner, por exemplo.

Desta forma, o 5G inaugura uma automação impressionante e que poderá ser usada dentro das casas ou em empresas de outsourcing de impressão, só para citar algumas. Quer entender melhor sobre o tema? Então, vem com a gente!

Como funciona o 5G?

Os sistemas de comunicação sem fio usam frequências de rádio para transportar informações e o 5G funciona da mesma maneira, mas com compartilhamento mais eficaz e menos confuso. 

Isso permite que carregue mais dados em um ritmo acelerado. Essas bandas são chamadas de ‘ondas milimétricas’ (mm waves) e estavam, praticamente, intocados pelo público, pois o equipamento para usá-los era inacessível e caro.

A tecnologia também contará com transmissores menores. Colocado em edifícios e mobiliário urbano. As estimativas atuais dizem que o 5G será capaz de suportar até 1.000 dispositivos a mais por metro do que o 4G.

Além disso, também poderá “fatiar” uma rede física em várias redes virtuais. Isso significa que as operadoras fornecerão a quantidade certa de rede, dependendo de como estiver sendo usada para que tenha um gerenciamento mais assertivo de suas redes. 

Isso significa, por exemplo, que um operador terá diferentes capacidades de fatia, dependendo da importância. Há planos para que as empresas aluguem sua própria rede isolada, para separá-la do tráfego de Internet concorrente.

Para a sociedade é um avanço tão grande quanto os equipamentos de combate a incêndio foram para o corpo de bombeiros, anos atrás.

Quem inventou a rede de quinta geração?

A primeira nação a adotar em larga escala foi a Coreia do Sul, em abril de 2019, quando havia cerca de 224 operadoras em 88 países ao redor do mundo investindo na tecnologia.

Por lá, todas as operadoras 5G usavam estações base e equipamentos Samsung, Ericsson e Nokia. Desses fornecedores, a Samsung conta com 53.000 estações base de um total de 86.000.

No nosso país, a entrada da tecnologia já vem sendo feita e, por consequência, as vendas de smartphones com 5G cresceram 230% nos últimos meses.

O 5G substituirá o 4G? Quando?

O 5G não substituirá o 4G tão cedo. Com alguns estimando que pode levar décadas até que o 4G desapareça completamente, tudo porque ele ainda é um lacre de segurança e, sem a geração anterior, a instabilidade poderia aumentar.

Isso é muito verdadeiro em áreas rurais, onde o custo de implantação é alto e a necessidade de baixa latência não é tão importante.

Quando é esperado o lançamento real para redes 5G?

Os lançamentos iniciais do 5G dependerão da infraestrutura 4G LTE existente. Espera-se que os lançamentos aconteçam primeiro nos lugares mais movimentados.

Por exemplo, o Reino Unido já implementou, assim como Londres, Birmingham, Manchester, Edimburgo, Cardiff e Belfast. Por aqui, é só acessar o site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para saber quando sua região terá essa disponibilidade.

Gostou do conteúdo? Conte para gente nos comentários e não deixe de acompanhar as novidades no blog e compartilhar nas redes sociais. 

+ posts