Siglas

Siglas

Você já deve ter encontrado palavras como siglas, abreviações, reduções ou abreviaturas. Assim, sabe, também, que elas se tratam de palavras menores, que possuem um significado maior dentro de si.

Dessa forma, existem algumas diferenças entre esses termos. Porém, basicamente, elas se referem à mesma coisa. E, também, ao mesmo propósito. Assim, elas colocam, em poucas letras, algo que, de outra forma, precisaria de um espaço maior para ser escrito.

No entanto, nosso destaque, maior, hoje, serão as siglas. De fato, elas são mais presentes em nossas vidas. Em contrapartida, seus significados, na maior parte das vezes, passam despercebidos por nós.

Por isso, definiremos o que são siglas. Além disso, mostraremos algumas aplicações delas. E falaremos de algumas curiosidades sobre o seu uso. Então, fique com a gente e tenha uma boa leitura.

Como Podemos Definir o Que São Siglas?

Primeiramente, devemos definir o que, de fato, são siglas. As siglas são a redução de várias palavras, utilizando-se de suas iniciais. Assim, na maior parte das vezes, cada letra representará uma palavra, dentro da sigla.

No entanto, existem exceções a essa regra geral. Essas acontecem, basicamente, por dois motivos. Em primeiro lugar, temos uma maior facilidade de pronúncia, quando acrescentamos ou suprimimos uma letra.

Dessa forma, essas mudanças ocorrem com o acréscimo de uma vogal ou a supressão de um consoante. Como, por exemplo:

  • Instituto Presbiteriano Álvaro Reis – Inpar;
  • Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – Proerd;
  • Brasil, Russia, Índia, China e África do Sul – BRICS;
  • Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS;
  • Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN.

No primeiro caso, caso a regra fosse seguida à risca, teríamos Ipar. No entanto, com uma rápida pesquisa no Google, notamos que essa sigla é utilizada por diversas empresa. Logo, alguma confusão seria esperada.

No segundo caso, a sigla ficaria PERDV. Ou seja, além de dificultar a pronúncia, poderia gerar uma semelhança com a palavra perda. Oque, dessa forma, não seria interessante. De fato, muitas siglar usam pro quando existe a palavra programa.

Um fato interessante, é que as siglas, também, acontecem, com palavras de origem estrangeira. Como, por exemplo AIDS ou Laser. Na verdade, a facilidade em pronunciar, da mesma forma, em várias línguas é uma das razões de uma sigla se popularizar.

Um ponto importante é que as siglas podem ou não terem pontos. Porém, caso tenham, ele ficará depois de cada letra, indicando a separação de uma palavra para outra.

Dessa forma, essa separação só pode ser utilizada quando cada letra representa uma palavra. Como ONU, por exemplo, que significa Organização das Nações Unidas. Assim, a sigla ficaria O.N.U.

Outras Regras Importantes

Existem, além das regras que citamos acima, algumas outras regras básica. Por isso, é importante que você as anote.

Por exemplo, siglas que possam ser lidas como uma palavra e tenham 4 letras ou mais, apenas a primeira letra deve ser posta como maiúscula. Um exemplo é o Instituto de Estudos do Vale do Tietê (Inevat).

No entanto, quando é necessário que se pronuncie uma letra por vez, todas devem constar como maiúsculas. É o caso de muitos partidos políticos e universidades.

Porém, caso a sigla tenha, apenas, 3 letras, ela deve ser escrita, obrigatoriamente, em letras maiúsculas. Isso mesmo que seja possível ler a sigla como uma palavra.

Ou seja, tanto ONU quanto KGB (Comitê de Segurança de Estado, em russo) serão escritos da mesma maneira. Mesmo que uma possa ser lida como uma palavra e a outra letra por letra. ONG pode ser lida das duas maneiras, aliás. E, sempre, grafada em letras maiúsculas.

Além disso, o plural das siglas pode ser escrito de duas maneiras diferentes. A principal é, simplesmente, colocando-se um s, minúsculo, após a palavra. Porém, é possível que se duplique a letra. Como, por exemplo, OONNGG, como o plural de ONG.

No entanto, essa duplicação, apesar de permitida, é pouco utilizada em português. Sendo, assim, mais comum, em países de língua espanhola. Estados Unidos, por exemplo, é abreviado como EEUU.

O Que Não é Sigla?

Como percebemos, a maior parte das siglas são palavras curtas. Porém, nem todas as palavras curtas são siglas. Empresas como Gol, Net e Tim, por exemplo, não se tratam de siglas. Nesses casos, são apenas nomes escolhidos por serem fáceis de lembrar.

Por outro lado, UOL e TAM são siglas. Assim, significam, respectivamente, Universo Online e Transportes Aéreos Marília. Tanto que devem ser grafados, sempre, em letras maiúsculas.

Diferenças Entre Siglas Abreviações, Abreviaturas e Reduções

Acabamos de definir o que são siglas. No entanto, existem algumas palavras que podem ser confundidas com ela. São elas as abreviações, as abreviaturas e as reduções.

A abreviação ocorre, por exemplo, é quando omitimos uma parte de uma palavra, formando um novo fonema. No entanto, o seu entendimento continua o mesmo, podendo ser substituído um pelo outro.

Alguns exemplos de abreviações são:

  • Foto → fotografia;
  • Metrô → metropolitano;
  • Moto → motocicleta (ou motoneta, em alguns casos);
  • Quilo → quilograma;
  • Tevê (ou TV) → televisão.

A abreviatura, por outro lado, também recebe o nome de redução. Ela, da mesma forma, é usada para reduzir palavras muito grandes. Porém, costuma-se falar a palavra original, independentemente de como a abreviatura foi escrita. Por exemplo:

  • SP – São Paulo;
  • jan. → janeiro.

Como você pode ver, é possível, ou não, utilizar-se pontos. De forma geral, quando usamos mais de uma palavra, não os usamos. Por outro lado, quando é, apenas, um vocábulo, ele se faz presente.

Porém, no caso dos meses, que citamos acima, o mês de maio não admite abreviaturas. E, sempre, lemos as abreviaturas, como as palavras inteiras. Você mesmo deve ter lido São Paulo e janeiro, de forma automática,

Curiosidades Sobre Siglas

Algumas siglas se tornam tão populares que acabam se tornando palavras. Dessa maneira, pode-se grafar Ovni (sigla para Objeto Voador Não Identificado) ou óvni. Isso pois, como palavra, ele está sob regras diferentes de uma sigla.

O mesmo pode-se dizer de palavras como Aids (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, em inglês) e Laser (em inglês, Sistema de Amplificação de Luz por Excitação de Rubi). Assim, esses podem ser grafados como aids e laser, respectivamente.

Além desses exemplo, existem muitas outras siglas. Mas essas respeitam as mesmas regras. Consegue se lembrar de mais alguma? Conte para a gente nos comentários.