O que é Sell in e sell out?

Sabe quando você compra um produto numa loja, seja qual for o segmento, e o vendedor comenta como esse é o último modelo da fábrica, isso é o trade marketing no caso, pode ser o sell in our sell out. 

Como mencionado acima, o sell in e sell out são conceitos no marketing que ajudam a vender os produtos,tanto de uma forma direta, ou então, de uma forma intermediário. E cada um tem o seu papel.

O trade marketing, para explicar o tema brevemente, é uma parte ligada a distribuição de produtora tanto para lojas, atacadistas, distribuidoras e etc. E se ficou interessado no tema, está com sorte. Hoje iremos falar sobre o que é sell in e sell out. E caso esteja interessado pode usar essas informações para o seu negócio.

Também vale mencionar como o sell in e sell out, possui características específicas e que é vital ter uma boa comunicação para que as estratégias funcionem, nós iremos falar sobre essas particularidades daqui a pouco.

O que é shopper e consumidor final?

Em termos simples, o shopper é aquele que realiza a compra,não tendo a necessidade de usar ou consumir o tal produto, enquanto o consumidor final será aquele que de fato consumirá a mercadoria.

Por exemplo, uma locação de gerador de energia precisará comprar um determinado produto para auxiliar no seus serviços, eles não irão usufruir desse item como o consumidor, mas sim auxiliará a vender o serviço deles. 

Assim como uma pessoa que compra um tênis, em loja de sapatos, estará usando o produto como consumidor final e ninguém mais. Essa é a diferença. O consumo deste produto será unicamente para ela.

O que é sell in?

O sell in é a relação comercial entre uma fábrica, ou então, indústria, no qual há uma distribuição de mercadoria para as lojas que assim, farão as vendas com os clientes. Esse tipo de conceito no marketing é chamado de  B2B (business to business). O que também é um exemplo de sell in. E tem certas particularidades que iremos mencionar.

Então, nesse caso as lojas seriam consideradas shops porque ao adquirir o tal produto,irão vender para o consumidor final, e assim o ciclo continua.Nesse caso, o sell in é a relação comercial entre o fabricante e uma loja. E nesse modelo de vendas, há algumas características únicas que vamos listar aqui:

  • Há um número maior de pessoas envolvidas – diferente da shopper ou outras e-commerce, existe uma grande quantidade de pessoas para que a venda se realize. No momento que o produto é criado até chegar na loja.
  • É um processo que demora mais – por ser um processo que tem mais de um funcionário, a fim de manter a qualidade pode precisar de mais tempo.
  • Ticket médio elevado – é uma espécie de indicador de performance que remete ao valor do gasto com a compra. Isso é muito usado em supermercados.
  • Transporte de lotação – em geral, esses produtos são transportados em caminhões, e às vezes, podem demorar um pouco para realizar a entrega.

É nessa parte que você precisa negociar os preços em relação aos produtos e também, com a entrega. É recomendado ter uma estratégia pronta para não ficar com o ticket desnecessariamente alto.

Por exemplo, a sua loja tem uma necessidade pela mercadoria dobra de chapa, e a fábrica que produz esse item, está disposta a trabalhar como sua parceira, especialmente quando você mostrou um bom plano de negócios. Logo, haverá uma boa relação comercial entre as duas partes.

Dito isso, isso é a definição do sell in. Caso você esteja querendo utilizá-la na sua loja, recomendamos fazer uma pesquisa minuciosa para que ambas as partes saem no lucro. O trade marketing é uma parceria e pode ajudar bastante o seu negócio, basta decidir se é essa a estratégia que deseja seguir.

O que é sell out?

O sell out é a venda final e definitiva do produto ofertado na loja. Onde no caso, o cliente será o consumidor final e será detentor de seus benefícios. Nesse caso, é bastante diferente do sell in.

 E também está ligado com o B2C( business to consumer) onde é uma ação sem intermediários. O cliente, nessa parte, comprará o item porque acredita em suas vantagens para o seu dia a dia.

E agora que você já sabe o que é sell out, o completo oposto do sell in, iremos falar de algumas de suas principais características e como pode ajudar a sua loja se preferir seguir por essa rota:

  • Uma maior frequência de compra, nesse caso muitas pessoas podem comprar quantas quantidades da mercadoria oferecida.
  • O transporte de vendas é fracionado, ou seja, a entrega dos produtos seria apenas entre o ponto de venda e então, para os seus clientes.
  • É necessário ter um marketing ativo, nesse caso para vender o seu produto você precisará oferecê-lo nos canais de comunicação para assim atrair o consumidor.
  • Um ciclo de venda mais baixo, ou seja, não existirá uma necessidade para abastecer o estoque com tanto afinco como teria se usa-se o outro modelo que mencionamos acima.

Por exemplo, uma loja tem uma mercadoria de etiquetas adesivas, e os clientes podem comprar quantas vezes forem preciso, e ao mesmo tempo, a loja não precisará se preocupar tão cedo com estoques e entregas.

Qual é a melhor opção para a minha empresa?

Isso é uma pergunta que depende muito da sua necessidade. Há lojas que preferem o sell out porque confiam no relacionamento que tem com as fábricas, conseguindo assim um relacionamento vantajoso para ambas.

Outras pessoas preferem vender direto, pois assim, não precisará gastar muito no ticket. Agora para finalizar, você já sabe o que é trade marketing, agora basta saber como você irá usá-la.

No fim do dia, apenas você poderá decidir qual é a melhor decisão para o seu estabelecimento comercial. Um conselho que damos é para estudar tanto o seu consumidor e, também, o seu produto para que o seu próximo passo seja o mais benéfico possível.

+ posts