O que é e como funciona o IPO?

Os IPOs, ou initial public offering (Ofertas Públicas Iniciais em português) podem ser investimentos recompensadores. Os investidores, certamente, não perdem essas oportunidades.

Tudo porque ela é uma oferta de novas ações de uma empresa privada ao público, seja do setor das criptomoedas, de envasadora de liquidos ou qualquer outra. Quer entender melhor sobre o tema? Então, vem com a gente!

O que é IPO?

Um IPO ou uma oferta pública inicial de novas ações de uma empresa privada ao público. O básico para se entender o conceito é o seguinte:

  • Um IPO é uma oferta de ações por uma empresa em troca de capital;
  • Todo o processo tem regulamentação;
  • Para fazer essas compras, você deve licitar por essas ações;
  • Se seu lance for aceito, receberá ações. Caso elas não sejam distribuídas, você receberá seu dinheiro de volta;
  • Se participar e comprar ações em um IPO, se tornará um dos acionistas da empresa;
  • Como acionista, você pode usufruir de lucros com a venda de suas ações na bolsa de valores, ou receber dividendos oferecidos sobre as ações que possuir;
  • Para registrar um IPO, as empresas devem atender a critérios e regulamentos rigorosos;
  • As emissões estão abertas a todos os investidores. Qualquer cliente pode fazer aplicações através de um corretor;

Mas, por que as empresas sentem a necessidade de arrecadar dinheiro por meio de IPOs? Embora esse possa ser o caso de algumas empresas, nem todas podem se dar ao luxo de levantar dinheiro suficiente de investidores privados. 

Além disso, a abertura de capital apresenta outros benefícios, como:

  • O levantamento de enormes quantias de capital;
  • Aumento da exposição e da imagem pública de uma empresa;
  • Vendas e lucros acima da média;
  • Já para os traders, é mais fácil comprar ações negociadas publicamente do que aquelas feitas apenas de forma privada.

Mesmo assim, não deixe de calçar uma espécie de sapato de segurança e criar estratégias para tal movimentação.

Como funciona o processo de IPO?

O processo de IPO começa quando uma empresa decide que quer vender suas ações ao público por meio de uma bolsa de valores. Primeiro, uma auditoria deve ser realizada.

Se tudo estiver correto, os gestores devem preparar uma declaração de registro para arquivar na comissão de câmbio apropriada. Em seguida, a bolsa de valores analisa o pedido, que pode ser aceito ou rejeitado. 

No caso de resposta positiva, a empresa listará um número definido de ações e elas estarão disponíveis para venda na bolsa de valores escolhida. Isso é tão essencial para determinadas marcas quanto o uso de uma pistola de pintura pulverizadora para os pintores de uma grande obra.

Quem define o preço do IPO?

A empresa pontua quantas de suas ações deseja vender e, em seguida, o banco de investimento indicado faz uma avaliação do negócio. Com isso, o preço inicial da ação é divulgado e os interessados podem negociar ações quando a listagem acontecer.

Gostou do conteúdo? Conte para gente nos comentários e não deixe de acompanhar as novidades no blog e compartilhar nas redes sociais. 

+ posts