Home Office, presencial ou hibrido, como cada regime pode impactar na saúde dos funcionários

De acordo com uma pesquisa recente, o número de trabalhadores em home office dobrou com a chegada da pandemia e estima-se que quase 50% dos funcionários se manterão assim nos próximos anos.

Em muitas empresas, seja ela do ramo automotivo ou de automação predial, ao contrário do que muitos imaginam, houve melhora na produtividade e muitos mitos foram quebrados. Mas há também a forma híbrida e o retorno 100% presencial. Como tudo isso afeta a saúde dos funcionários? É o que vamos descobrir agora!

Produtividade em qualquer lugar

Uma pesquisa recente descobriu que 63% das empresas já adotaram um modelo de trabalho que torna a produtividade eficaz em qualquer lugar.

No entanto, para alguns, o trabalho remoto pode deixá-lo isolado, contribuir para o estresse, e até mesmo afetar a saúde mental. As pessoas também podem sentir que seu ofício se alastrou em toda a sua vida, causando um esgotamento. 

É aí que entra o trabalho híbrido. Ele permite que as pessoas encontrem um equilíbrio: ter a facilidade e flexibilidade de trabalhar em casa, mas também a oportunidade de rever colegas e líderes de equipe, escapando de seus quartos, mesas de cozinha e escritórios domésticos.

Até porque, uma reunião sobre gestão industrial, se torna mais eficaz com o famoso ‘olho no olho’.

Um relatório de 2021, entrevistou mais de 9.000 trabalhadores em todo o mundo e revelou que aqueles que tinham um modelo de trabalho híbrido durante a COVID-19, tinham melhor saúde mental e eram mais propensos a darem robustez nos resultados das suas organizações. 

Eles também experimentaram menos desgaste do que aqueles que trabalharam totalmente no local ou home office.

Modelo híbrido para flexibilidade

Então, quais são as estratégias que as principais empresas estão empregando para o retorno? O Twitter anunciou que os funcionários podem trabalhar remotamente se quiserem. 

O Google e a Microsoft também ordenaram que todos os funcionários trabalhassem em casa no início da pandemia, mas agora estão, lentamente, trazendo as pessoas de volta aos escritórios por, pelo menos, alguns dias da semana. 

O Spotify está em transição para um modelo de trabalho flexível, que permitirá que seus mais de 6 mil funcionários em todo o mundo escolham como desejam trabalhar – seja em um escritório, remotamente ou em um espaço de coworking.

É algo que vemos também em diversas marcas de marketplace. E isso pode ser o presente e o futuro!

De volta ao escritório

Algumas empresas, no entanto, estão adotando uma abordagem mais tradicional. Um dos bancos mais famosos do mundo ordenou que seus funcionários retornassem aos escritórios o quanto antes. 

Com gestores mais tradicionais e pouco focados no que chamamos de bem estar, certas empresas parecem despreocupadas com a possibilidade de perderem funcionários por insistirem nesta retomada.

É importante, portanto, não só ter um espaço para seu escritório dentro de sua casa, sem grandes barulhos ou interrupções e avaliar o quanto a empresa com a qual trabalha se preocupa com você.

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

+ posts