Livre SP

Tecnologia, Ciência, Internet, Filosofia, Siglas, Sonhos

Sustentabilidade é um termo que usamos para descrever produtos e práticas construídas em torno de ambientes e sociedade. É, muitas vezes, vista como um investimento desnecessário ou ‘de luxo’. 

Mas, honestamente, essas pessoas precisam sair da manutenção de inversores de frequencia e olhar para o mundo com outra perspectiva. Se quiser saber como mesclar isso e ainda ter bom faturamento, então, vem com a gente!

Entendendo os desafios da sustentabilidade

Algumas marcas lançaram, recentemente, ferramentas para entenderem melhor os desafios da sustentabilidade. É um conjunto de práticas e recomendações que capturam o valor do conceito. 

Ao analisar mais profundamente, verificaram que estava diante de empresas líderes que buscam a sustentabilidade porque tem um impacto financeiro material. O valor em jogo

está relacionado ao aumento dos preços das matérias-primas e às novas regulamentações.

Sustentabilidade e criação de valor

Nos últimos 20 anos, a ideia de sustentabilidade corporativa tornou-se parte do inconsciente coletivo. Empresas de setores tão pequenos quanto os de plataforma niveladora de doca emitem relatórios sobre a responsabilidade social corporativa e os executivos mostram lealdade à ideia. 

Em um relatório recente para a ONU, notou-se que 84% dos 1.000 CEOs globais entrevistados concordaram que as empresas devem liderar os esforços para definir novas metas de prioridade global. 

Ou seja, de agora em diante, quem não estiver atrelado a isso, terá uma espécie de martelete demolidor se aproximando e degradando a missão, visão e valor da marca perante a sociedade.

Segundo outra pesquisa, que avaliou 56 estudos acadêmicos, as empresas com altas classificações ambientais, sociais e fatores de governança têm um custo menor de

dívida e patrimônio.

Outras com menores índices de emissão de carbono, conquistaram desempenhos e retornos superiores no mercado de ações. Então, com tudo isso dito, não dá para negar que o mundo vem se conscientizando e dando indícios de que vai anular quem estiver em desacordo com a sustentabilidade.

Identifique problemas e defina prioridades

Dois terços das empresas têm mais de 10 tópicos de foco quando o assunto é sustentabilidade. Isso é demais! Em contrapartida, existem várias áreas que precisam concentrar esforços estratégicos para uma inovação na pauta em questão.

A Coca-Cola, por exemplo, estabeleceu para si uma estratégia que engloba sua abordagem para melhorar a saúde pessoal e bem-estar das comunidades em que opera, além de preservar o ambiente. 

Dentro dessa estratégia, a empresa relata ter feito progressos materiais relacionados a três áreas específicas de foco: “bem-estar, mulheres e água”. Mas tenta não ignorar outras questões, como as alterações climáticas e as embalagens, que são um dos grandes malefícios para a vida marinha, por exemplo, já que demoram décadas para se decompor.

Depois de tudo isso dito, faça reuniões com seus colaboradores e representantes. Veja quais os passos iniciais que pode dar e se conseguir, contrate pessoas com conhecimento de causa para ajudá-lo.

O meio ambiente agradece e as futuras gerações também. Se todos fizermos nossa parte, as coisas serão mais fáceis.

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

+ posts