Solstício e Equinócio – Qual É A Diferença?

Saiba exatamemente o que é solstício e equinócio

Solstício e Equinócio

Quando leu sobre a Páscoa, Carnaval ou outras datas que mudam, de um ano para outro, você deve ter se deparado com as palavras solstício e equinócio. Essas também estão presentes em outros textos.

Celebrações pagãs, neopagãs ou, até mesmo, lendas do folclore brasileiro podem estar ligadas a esses dias. Como a lenda do lobisomem que sai à sexta, logo após a primeira lua cheia, depois do equinócio de Primavera (no hemisfério norte).

Esse é o cálculo para se determinar a Sexta-feira Santa. E, por consequência, incide sobre as datas do Carnaval e da Páscoa.

Mas o que quer dizer equinócio? É a mesma coisa que solstício? E o que eles representam para a nossa vida cotidiana?

Responderemos essas perguntas mais abaixo. E você verá o quanto esses fenômenos estão presentes no nosso dia a dia

Sol E Estações do Ano

Toda a vida na Terra está ligada ao Sol. De fato, é ele que mantém todo o nosso sistema solar onde está. Sempre mais ou menos estável. E é ele quem determina as estações do ano. Em conjunto com a inclinação do planeta.

E é a partir dessas estações que os termos solstício e equinócio derivam. Isso pois eles estão ligados à incidência de luz solar sobre o nosso planeta azul. E, como você aprendeu na escola, a variação dessas incidências dá origem às estações do ano.

O Que é Solstício?

O solstício é um fenômeno astronômico que ocorre em dois momentos do ano. Ele marca,  assim, tanto o início do inverno, quanto o do verão. De forma alternada, entre os hemisférios norte e sul do planeta, é claro.

Ou seja, quando o verão se inicia, em dezembro, no hemisfério sul, tem início, o inverno, no hemisfério norte. E, quando o inverno começa, no hemisfério sul, o verão se inicia no hemisfério norte.

Como, a chegada da estação mais quente ou mais fria causam um impacto tremendo na vida das pessoas, ela também impacta em diversas crenças. Assim, lendas sobre morte e sobre a vida em seu auge, geralmente, possuem ligação com o inverno e verão, respectivamente.

O Que é Equinócio?

O equinócio, também, ocorre em dois momentos do ano. Como o seu nome sugere, ele marca o momento em que os raios do sol banham, igualmente, os hemisférios setentrional e meridional.

Em outras palavras, marca o início da primavera (equinócio vernal) e do outono (equinócio outonal). No caso, a primavera, no hemisfério sul, indica outono no hemisfério norte. E vice-versa.

Nesses pontos, lendas que cercam essas datas falam sobre o renascimento (primavera) e sobre o declínio da vida (outono). Isso está presente, inclusive, em diversas culturas. Sobretudo naquelas onde as estações são mais marcadas.

Quais São As Diferenças Entre Solstício e Equinócio?

Como você viu, ambos os eventos representam a entrada em uma nova estação do ano. No entanto, enquanto um marca a maneira distinta com a qual eles incidem na Terra, o outro marca a distribuição, razoavelmente, igual, ao longo de todo globo.

Essa mudança ocorre em razão do eixo de inclinação da Terra. Esse possui uma inclinação, aproximada, de 23,5º. Porém, essa varia, ao longo do ano.

Por exemplo, existe o momento em que esse atinge a sua inclinação máxima. Nesse ponto o Sol, em relação à linha do Equador, atinge a sua maior declinação. A esse período, damos o nome de solstício.

Durante o solstício, um dos hemisférios, invariavelmente, receberá mais luz solar que outro. O hemisfério que for mais iluminado se encontrará no solstícios de verão. Enquanto que o outro estará, ao mesmo tempo, no solstício de inverno.

No hemisfério norte, por exemplo, durante o solstício de verão, a incidência de luz solar é maior no Trópico de Câncer. Quando do solstício de verão, no hemisfério sul, a luz do sol é mais frequente no Trópico de Capricórnio.

Durante o período de solstício de verão, os dias tendem a serem mais longos que a noite. Já no solstício de inverno, as noites duram mais que os dias.

Por outro lado, no equinócio, a inclinação da Terra é, praticamente, nula. Sendo assim, a incidência de luz solar é maior no Equador. Mas é distribuída, igualmente, ao longo dos dois hemisférios.

Assim, em março, inicia-se o equinócio de outono no hemisfério sul. E o equinócio da primavera no hemisfério norte. Já, em setembro, ocorre o inverso, nas duas metades do globo.

Nesses períodos, tanto os dias quanto as noites possuem a mesma duração. Tanto em relação ao período em um mesmo hemisfério, quanto em comparação entre a porção boreal e a austral.

Por Que A Distribuição é Praticamente Igual?

Como você deve ter notado, dissemos que os raios do sol incidem, no equinócio, de forma, praticamente, igual. Mas não, totalmente, igual. E isso tem um razão.

Primeiramente, vamos nos atentar para a forma da Terra. Como todos sabem, ela é esférica, visto que essa é forma mais estável para um corpo celeste.

Sendo assim, todos os lados estariam equidistantes, em relação ao centro. Se um globo circunda outro objeto (no caso da Terra, ela gira em torno do Sol), o equador do globo estará mais próximo do segundo objeto. Assim, a Linha do Equador, sempre receberá mais luz solar.

Em segundo lugar, temos os polos. Esses são levemente achatados. Esses, convencionalmente, até 26 de dezembro de 2006, eram achatados em 5 mm. Depois dessa data, passaram para, aproximadamente 4 mm.

Isso se deve em razão de um intenso evento geológico. Seu aspecto mais notável foi o maremoto no sudoeste asiático daquele ano. De qualquer maneira, por conta de seu achatamento, a luz incidida sobre os polos é menor.

Além disso, a forma da Terra não é, perfeitamente, esférica. O hemisfério Sul se mostra, ligeiramente, mais alargado que o norte. Assim, de forma geral, ele receberá, mais luz do sol que a outra porção.

Por fim, temos anomalias no campo magnético da Terra. Essas, acabam por aumentar a quantidade de luz do sol absorvida.

A Anomalia Geomagnética do Atlântico Sul fica sobre uma região do Brasil e é conhecida como El Pato. Porém, existem dezenas dessas pelo mundo. Dessas, 12 são as mais intensas e conhecidas, como o Mare del Silêncio, os polos, o Triângulo das Bermudas e o Mar do Diabo.

Por o Solstício e Equinócio São Datas São Importantes?

O solstício e equinócio são fundamentais para as nossas vidas. Eles determinam as estações do ano.

Essas são fundamentais para várias atividades agrícolas e pecuárias. Além de determinar a alimentação das pessoas, elas, especialmente, antes da Revolução industrial, determinavam o comercio mundial.

Atualmente, é possível cultivar e criar animais, quase que indistintamente, durante todo o ano. Porém, levando em conta a agricultura familiar, que alimenta, praticamente, o mundo todo, a observação da natureza, ainda, é vital.